As Saras.

02-02-2017

Toda a gente tem Saras, Anas, Marias, Ritas, Filipas, Danielas, Joanas... na sua vida. Consideramos que os nomes de cada pessoa são apenas formas de as chamarmos, de as reconhecermos perante tantas outras. de as destacarmos numa multidão. Eu sei... Os nomes... uma temática que não pensamos com calma a não ser que estejamos à espera de um bebé na nossa vida e queiramos passar por toda aquela tradição de não chamarmos João a um puto que tem cara de António ou Maria a uma miúda que mais tarde vai dizer que "Maria é nome de gente velha e que não gosto do meu nome, Mãe!". 

Hoje, exatamente porque tenho conhecido muitas Saras, tenho que me focar neste pequenino nome. Não pude deixar de pesquisar no meu estimado amigo Google o significado do nome Sara. A verdade é que tinha ideia de ter origem no hebraico e de "minha princesa" ser um dos significados do nome. No entanto, porque eu confio no amigo Google e sei que ele tem fontes fidedignas (not!), vou citar uma delas:

O nome Sara tem origem no hebraico Sarah, que quer dizer literalmente "princesa", mas também pode ser traduzido para "senhora" ou "dama". Indica uma pessoa predisposta ao sucesso profissional. A sua vontade de vencer é bem maior do que as dificuldades que possam aparecer. É uma pessoa com tendência a enriquecer. Independente, gosta de ser original e criativa, costuma ser muito trabalhadora. Pessoa de coragem e liderança natural. Está constantemente à procura do poder mas sem querer mandar nos outros. Está sempre bem em casa com a família, amigos ou num relacionamento, desde que em ambiente de festa. Constuma ser tranquila e harmoniosa. Procura segurança, compreensão e afeto. Quer ser bem sucedida através da arte. Dinheiro nem sempre é visto com seriedade ou preocupação.Sara é um ser comunicador, entusiasmado e social, embora às vezes disperso, exagerado e sofredor de uma imaturidade momentânea.

Ora, como referi anteriormente, a minha vida tem sido preenchida por várias Saras. A primeira de quem me lembro era alguém que me estimulava intelectualmente, que me fazia sentir alegria e por quem tinha uma adoração. Não sei o que é feito da Sara-amiga-da-minha-mãe mas gostava de a ver e de lhe dizer que foi a primeira Sara da minha vida que realmente teve impacto nela, ainda que eu só tivesse uns 2 ou 3 anos de idade. Depois, talvez me tenha cruzado com uma Sara ou outra, colegas de pré-escola ou escola primária mas muito embora faça um esforço para me lembrar, chego à conclusão que afinal não, nessa altura não havia Saras a brotarem do chão diretamente para eu as conhecer. Pelo 7º ou 8º ano, havia uma Sara lá na escola que me dizia muito... Era uma comunicadora nata, dona de um estilo inconfundível, com um coração enorme e que me apertava nos braços dela sempre que podia.Já na época de Lisboa e de seguir Direito por linhas tortas, lembro-me bem de outra Sara de sorriso querido e afável e olhos meigos. Recordo-me de a ver passear nos corredores na faculdade e de pensar "mais uma Sara no meio da multidão a ser Sara...!". Mas não era a única... Havia outra Sara, de olhos claros, que eu conhecia menos mas com quem tinha uma empatia de dizer bom dia e boa tarde sempre que passávamos uma pela outra, parecendo que as Saras têm sempre algo em comum e que se entendem...Uns anos depois, recebi outra Sara na minha vida. Esta ria alto, era emotiva, gostava de mimos e tinha um humor incrível. Eram duas Saras a rir, duas Saras a serem elas próprias, duas Saras a não terem medo do presente e a querer sentir o futuro. Mais uns meses, mais uma Sara... Esta era a Sara enérgica, a Sara que acreditava no mundo, que não tinha receio de dar a sua opinião aos outros mas que também os ouvia respeitosamente. Era uma Sara de luta, de vencer, de chorar e de nunca desistir. Não era só mais uma Sara... não tive muito tempo para a ter por perto nos moldes em que a conheci mas era uma das Saras que eu sabia que ia morar na minha Sara-lista. Agora... agora... tenho mais uma Sara a acrescentar. É uma Sara que ensina, que tem paciência para (bem!) receber, que sabe o significado de "obrigada" e "bom dia" com um sorriso natural. É uma Sara decidida e emotiva, de dizer sim com facilidade mas dizer não quando as coisas ou pessoas não lhe cabem. Esta "minha" Sara é uma Sara recente mas é uma Sara que quero descobrir porque me encantou pela sua amabilidade.Depois desta Sara-lista, destes jeitos-de-Sara, de olhar para trás e recordá-las a todas, cada vez mais tenho a certeza que as Saras, para mim, não são só Saras... são cúmplices, estão ligadas a mim pelo nome, pelo significado e pelas personalidades. Porque as Saras são todas diferentes... mas são todas "iguais": verdadeiras.

Às Saras da minha vida,

1 beijinho do tamanho da alegria que me dão, nem que seja a recordá-las.